Planejando suas férias na Disney

Planejando as suas férias na Disney em 10 passos!

Ir a Disney é um sonho de infância de muitos, que assim como eu, conseguiu realizá-lo depois de “certa idade”. Mas não pense que isso é ruim, muito pelo contrário. Depois de “certa idade” é que conseguimos aproveitar a viagem da melhor maneira, sendo esta uma viagem com amigos, filhos ou familiares.

PASSO 1
O primeiro passo para a sua viagem é definir a época em que pretende viajar e quantos dias ficar.
Programe-se sabendo que indo na época de férias escolares por exemplo, irá encontrar os parques mais cheios, mais filas em restaurantes e os preços mais altos. Fuja da alta temporada se puder! Se não tiver como, vá sem problemas, mas com um pouquinho de paciência para filas (que é até suportável, já que você estará numa cidade incrível). Uma época boa para ir a Orlando é nos meses de abril, maio, setembro e fora de feriados locais.

Entrada do parque da Disney:  Hollywood Studios

Entrada do parque da Disney: Hollywood Studios

 

PASSO 2
Tire a documentação necessária. Esteja ciente de que para entrar nos EUA você precisa de um passaporte válido e o visto americano, com pelo menos 6 meses de validade. Não adquira passagens ou pacotes de viagens sem que a sua documentação esteja ok.

PASSO 3
Procure promoções de passagens aéreas e hotéis no Decolar e Booking por exemplo, ou com o seu agente de viagens. Eu prefiro comprar em agência de viagens, uma vez que os preços são praticamente os mesmos e será uma garantia a mais. Quanto antes comprar, melhor. Assim você pode garantir preços menores e conseguir liberar o seu cartão de crédito até o dia da viagem. Não esqueça de adquirir um seguro de viagem, que é super importante também!

PASSO 4
Já definiu a data da viagem, garantiu as passagens, o hotel e o seguro de viagem, vá comprando os ingressos dos parques e atrações aos poucos. A diferença dos valores dos ingressos e parques em agência de viagens e no próprio parque, não é tão grande assim. A vantagem de comprar no Brasil é que você pode parcelar e já vai com os Tickets ok (é melhor que os Tickets já tenham o código de barras, pois assim é só entrar nos parques direto, sem precisar trocá-los pelo ingresso nos guichês, atrasando o seu passeio). Se preferir comprar diretamente nos parques você irá pagar em dólar, mais a taxa de 6,5% (que vale para tudo o que adquirir em Orlando) e ainda se pagar no cartão de crédito terá o “belezinha” do IOF, de 6,38% . Isso vale para compra diretamente no parque ou no próprio site do parque também!
Os parques, tanto da Disney quanto da Universal, oferecem pacotes se você quiser visitar vários parques em vários dias. Falo sobre isso em um post separado! 😉

Foto da "Parade", que acontece nos parques em vários horários durante o dia!

Foto de uma “Parada”, que acontece nos parques em vários horários durante o dia!



PASSO 5
Alugue um carro!
Ficar em Orlando sem carro, não é uma tarefa muito simples. Depender de táxi e ônibus te fará perder muito tempo. Alugue um carro com a categoria conforme a quantidade de pessoas que irá viajar com você. Não adianta alugar o carro mais barato, daqueles compactos, se não cabem nem as suas malas no porta-malas. Um carro de categoria intermediário por exemplo, como o Corolla, Elantra, etc, cabem duas malas grandes (não gigantes, rs) e duas pequenas, mas isso se for viajar em 2 pessoas, pois vai precisar utilizar uma parte dos bancos traseiros. Ah! E esteja ciente de que jovens entre 21 e 25 anos pagam um pouco mais caro o seguro para poder dirigir lá. Informe-se antes com a empresa em que irá locar carro.

PASSO 6
Com essa alta do dólar, uma dica importante é que todo mês você compre um pouco de dólar. Assim, você corre menos risco de pegar uma cotação muito alta. Vá acompanhando a cotação e perceba quando abaixar um pouquinho para comprar, isso já vai fazer uma diferença no final! Procure colocar tudo no papel: alimentação, tudo o que pretende comprar, os impostos que irá pagar… Assim você tem uma ideia mais ou menos de quanto levar. E já viaje sabendo que possivelmente, volte sem nenhum dólar de lá. É muita tentação!rs

PASSO 7
Viaje ciente de que em Orlando, as gorjetas são obrigatórias nos restaurantes. Leia o post 10 coisas que você precisa saber… Inclua no seu orçamento 15 a 20% de tudo o que consumir nos restaurantes, além do imposto de 6,5%. Pois é! Acredito que com alimentação, por dia, você gaste em torno de U$ 60 por pessoa, incluindo os sorvetinhos e afins (Logo farei um post com opções de alimentação em Orlando, com os preços para todos os bolsos).

Esse sanduíche de sorvete em formato do Mickey, por exemplo, custa cerca de U$5 já com as taxas.

Esse sanduíche de sorvete em formato do Mickey, por exemplo, custa cerca de U$5 já com as taxas.

 

PASSO 8

Faça um check list e confira se está tudo ok com a documentação e os vouchers. Se você comprou o voo com muita antecedência, confira os horários pois as vezes as cias aéreas alteram horários, por algum motivo.
Ah! Se atente também quando os voos são de madrugada, muita gente confunde o dia. Quando o voo é as 3h da manhã do dia 15, por exemplo, ás 23h59 do dia 14, você já deve estar no aeroporto para fazer o check in (Aconselha-se estar 3 horas de antecedência para voos internacionais e 2 horas para voos nacionais).

PASSO 9
Se vai levar dinheiro em espécie, não leve tudo em uma única bolsa. Tente dividir em bolsas, bolsos, ou até aquela bolsinha porta documentos que vai por dentro da calça. Esta bolsinha é muito útil quando se está levando muito dinheiro em espécie. Ao levar cartão de crédito, que deve ser internacional, lembre-se (além do IOF de 6,38% de tudo o que comprar com ele) de ligar no banco e solicitar a utilização do cartão de crédito no exterior, em todo período em que estiver viajando. É sempre bom levar cartão por alguma emergência. Se for alugar um carro, você vai precisar apresentar o seu cartão de crédito, que irá servir como um caução por eventuais problemas e incidentes.

PASSO 10
Quando estiver arrumando a mala, lembre-se de incluir calçados confortáveis para os dias de parque (você andará muuuuito), roupas da estação em que estiver indo e independente do clima, sempre uma blusa de frio. No avião é bem frio e por mais que eles forneçam uma cobertinha, você ainda pode sentir frio (principalmente se você for alérgico, como eu, a sua rinite não ficará contente!). Ainda para levar no avião, um lip balm é fundamental para não ressecar os lábios. Não esqueça de verificar os itens que são proibidos levar dentro do avião, incluindo uma simples pinça!

A quantidade de líquido também é limitada:

Itens proibidos na bagagem de mão

Itens proibidos na bagagem de mão

Planeje-se e boa viagem! :)

Qualquer dúvida, deixe um comentário abaixo.

Curta a Fanpage:  “Registrando Viagens”

0 comments